Pular para o conteúdo principal

Novidades! Mais mixagens. Superjukebox #165 | #166 | #168 💃




No ar mais 15 mixagens que não tinha feito upload ainda. Estou procurando diminuir as vinhetas e diversificando entre mixagens em tempo real com Virtual DJ e colagens com o Audacity.

A diferença é muita de um para outro. Com o Virtual DJ eu consigo mais harmonia na hora da passagem, se bem que depende do BPM, porque sai muito samba. Se errar tem que editar no Audacity e dá trabalho. Sem contar que qualquer empecilho eu tenho que largar o mix e ele se vai.

No Audacity eu vou abrindo uma por uma e ainda dá pra editar muita coisa, cortar duração e outras loucuras saudáveis.





Superjukebox - vol.165 - The Mix Of The Rising Sun



Esse é um mix dos meus preferidos. Cada track é uma emoção. Toquei Angela Clemmons - 'Give Me Just a Little More Time' de 1982 que eu adoro desde criança. Shirley & Co. - 'Shame Shame Shame' que eu dei uma esticada no final aumentando o volume do finalzinho, pouca coisa, mas não ficou ruim. Depois veio  'The House Of The Rising Sun' que dá nome ao mix e você deve ter pensado que era a versão de Santa Esmeralda, mas é do Hot RS. E tem mais um monte de gemas escolhidas a dedo para surpreender, como Ryan Paris - Dolce Vita (música que fez sucesso de novo nos anos 90 e tocou muito aqui nas rádios dance) e Ish - Don't Stop (Ish Ledesma, das bandas Foxy e Company B.)


Superjukebox - vol.166 - Bebop Mix


Uma dessas doidices está no mix 166. Todo mundo sabe da história da música "Let me take you dancin'" de Bryan Adams. Basicamente foi o primeiro grande sucesso dele. O problema é que o produtor pegou o vocal dele e comprimiu, comprimiu, comprimiu tanto que a voz dele ficou parecendo de mulher. Pois é, eu tentei "descomprimir" alterando o tempo dela. A voz dele engrossou e ficou no mínimo curioso.

Bryan Adams - Let Me Take You Dancing (Discotheque.tk Exclusive Pharlaap Remix)
Está no mix abaixo.





Superjukebox - vol.168 - One Fine Mix
Mixado em: 08/jun/2015




Enjoy it!

🎼


Comentários

Jan Yahu Pawul disse…
eBook about worldwide disco and DJ's history since 1970:
http://www.ebay.com/itm/SILENT-RECORDS-disco-history-disco-DJ-disco-deejay-/251710464513?hash=item3a9b1ce201

Postagens mais visitadas deste blog

Abertura de novela: Locomotivas (1977)

Tracklist Internacional:

A1  Morris Albert  - Conversation
Written-By – Morris Albert A2  –Candi Staton - Young Hearts Run Free
Written-By – David Crawford A3  –Michael Sullivan (2) - Sorrow
Written-By – Michael Sullivan (2)R. Lee Mark A4–Grace Jones - That's The Trouble
Written-By – Grace JonesPierre Papadiamandis A5  –Ornella Vanoni - Più
Featuring – JovanottiWritten-By – Sergepy*, Maurizio Piccoli A6–Cerrone - Love In C Minor
Written-By – Alec R. CostandinosJean-Marc Cerrone* A7  –Steve Maclean - Sweet Sounds, Oh! Beautiful Music
Written-By – Rose AnneSteve MacLean B1–Richard Young (16) - Rainy Day
Written-By – J. CampbellNat AdamsTeddy Klier B2  –Andrea True Connection - New York, You Got Me Dancing
Written-By – Gregg Diamond B3–Alessi - Sad Songs
Written-By – AlessiBilly Bobby B4  –The Universal Robot Band - Dance And Shake Your Tambourine
Written-By – Patrick Adams B5  –Cook & Benjamin Franklin Group - Movin' On
Written-By – Bixio, Frizzi & Tempera,

Tina Charles

Tina Charles nasceu em 10 de março de 1954, na Inglaterra. Começou a cantar aos 15 anos, lançando 3 singles pela CBS, gravados no Studium Chappel, em Londres, tendo como backing vocal um certo desconhecido chamado Reg Dwight, que posteriormente viria a ser conhecido como nada menos que Elton John. Em 1975 ela se juntou ao seu amigo Martin Jay e surgia o Airbus, depois batizado de 5000 Volts.

O seu primeiro sucesso foi o b-side de seu single "Bye Love", "I'm On Fire" foi um sucesso mundial, chamando a atenção do produtor Biddu, o mesmo que havia pouco tempo tinha lançado com Carl Douglas o super hit "Kung Fu Fighting".

Durante o periodo de 1975-77 foram vários sucessos ao redor do mundo: "I Love To Love" por exemplo, vendeu mais de 26 milhões de cópias. Em 1976 lançou seu primeiro LP: Dance Lady Dance , acompanhada por uma banda que incluía membros do que seria o Buggles, Trevor Horn and Geoff Downes.

Nesse período de absoluto sucesso ela viaj…

Roy Ayers Ubiquity

Ouvi um dia o VJ Fabio Massari da MTV falar de Roy Ayers Ubiquity em um daqueles programas que passam em horário incerto, a cara da MTV, que coloca o bom gosto em segundo plano, sempre.

Roy Ayers nasceu em Los Angeles, Califórnia/USA, em 10 de setembro de 1940. Foi vibracionista de Jazz nos anos 60 e formou sua própria banda nos anos 70. É tido como precursor do Acid Jazz e tem suas músicas muito sampleadas nos dias de hoje.

Nasceu em uma família de músicos: seu pai tocava trombone e sua mãe era pianista, lhe ensinando a tocar quando pequeno. Começou a tocar aos 17 anos na cena do Jazz, posteriormente veio a se juntar a sessões com Herbie Mann, o que lhe abriu os caminhos para o conhecimento musical deoutras áreas que não o bebop o qual ele cresceu ouvindo.

Tendo formado sua banda em 1970, aos poucos foi incorporando ao estilo Jazz componentes de R&B, Funk e Disco, fazendo muito sucesso comercialmente.

Nos anos 80, além de continuar com sua banda, colaborou com Fela Kuti, ainda produz…